loader

Sindsaúde promove ação pública contra aumento dos vereadores em Mossoró

Foto

Na quarta-feira 30/12/2020, em sua última sessão legislativa, a Câmara Municipal de Mossoró promoveu um reajuste de 19% no salário dos membros da casa. A partir de janeiro de 2022, o salário dos parlamentares subir´de R$12,6 mil para mais de 15 mil reais. O aumento foi condicionado ao próximo ano tendo em vista que o reajuste de servidores públicos está vedado pela lei federal nº 173/2020 (Programa Federal de Enfrentamento ao Covid-19).

Diante da situação, o Sindsaúde Mossoró protocolou uma ação pública exigindo a revogação judicial da medida. Ao nosso ver, é inadmissível que os vereadores concedam a si próprios um aumento de salário frente á pandemia que continua lotando leitos no oeste potiguar.  A hipocrsia ainda é maior ao percebe que os servidores municipais já vão fazer mais de quatro anos sem reajuste real nos salários. Parte do funcionalismo municipal nem sequer recebeu o 13º salário, a insalubridade e o terço de férias.

O prefeito Alysson Bezerra precisa se pronunciar sob a medida. Os ônus da pandemia tem que ser repartidos por todos. Se há recursos para conceder aumento aos vereadores, exigimos que também seja concedido um aumento de 19% a todos os servidores do município, nos termos aprovados pelo aumento dos vereadores. Caso contrário, a medida só demonstra que enquanto os servidores pagam pela crise, ainda sobram recursos para aumentar o salário dos políticos - um aumento imoral e repudiado pelos trabalhadores e pelo povo.

Deixe o seu Comentário

Últimas Postagens