loader

2/3 dos senadores querem votar Piso da Enfermagem em Regime de Urgência

Foto

Mesmo com apoio de 2/3 dos senadores e senadoras da República para que o PL 2564 fosse posto em votação em regime de urgência, o projeto de lei do piso salarial da enfermagem não chegou a ser pautado na noite desta terça-feira 18 de maio.

Em detrimento dos apelos da maioria da casa e dos setores da enfermagem mobilizados em todo Brasil, o presidente do Senado sr. Rodrigo Pacheco, em uma manobra da mesa diretora, decidiu  adiar a apreciação da matéria no plenário. De toda forma, o piso da enfermagem volta a ser pauta na próxima reunião do Colégio de Líderes.

Nas redes sociais, a categoria da enfermagem protesta contra a postura evasiva do presidente do Senado, que classificam como uma “vergonha nacional”, conforme ditam cartazes que circulam na Internet. Além de adiar a votação do Piso, Rodrigo Pacheco deixou transparecer oposição ao projeto, alegando que os valores referentes ao piso seriam altos demais.

O Sindsaúde/RN fortalece os apelos de todos os trabalhadores e trabalhadoras da enfermagem do país, reinvindicando assim a apreciação e aprovação imediata do PL 2564.

Deixe o seu Comentário

Últimas Postagens